Jovem morre em hospital no dia do aniversário, após 45 dias internada por acidente - SITE ESPINHA DE PEIXE expr:class='data:blog.pageType'>

Breaking

ENTRE NO GRUPO DE NOTÍCIAS!

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS BASTA CLICAR NO LINK!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Jovem morre em hospital no dia do aniversário, após 45 dias internada por acidente



A jovem Adila Marilya Ribas Filgueiras morreu no Hospital Geral de Roraima (HGR), na noite deste domingo (23), dia em que completava 24 anos. Ela sofreu um acidente de trânsito e estava internada havia 45 dias. Adila conduzia um moto, quando bateu em um carro em 29 de outubro, na avenida Ataíde Teive, bairro Cambará, zona Oeste da capital.
A jovem foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao HGR, onde ficou internada até esse domingo. No entanto, não resistiu e morreu em decorrência de um traumatismo crânio-encefálico, conforme laudo do Instituto Médico Legal (IML). Adila era servidora da Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa de Roraima. Em uma publicação nas redes sociais, a Casa lamentou a morte da colaboradora e decretou luto oficial de três dias.

Acidente

O acidente ocorreu em 29 de outubro, na avenida Ataíde Teive, bairro Cambará, zona Oeste da capital. De acordo com a Polícia Civil, um homem trafegava em um carro na avenida Ataíde Teive, sentido ao Centro, quando parou no cruzamento para fazer a conversão à esquerda e entrar na Rua Dácio Pinto de Oliveira. Neste momento, um segundo veículo, que seguia no sentido contrário, também parou para fazer uma conversão à esquerda. A vítima, então, que conduzia uma moto sentido Centro ao bairro, colidiu de frente com o primeiro carro. Ainda segundo a Civil, o condutor do carro que bateu na vítima não era habilitado e foi encaminhado à Central de Flagrantes, onde foi feito um Termo Circunstanciado de Ocorrência. A morte de Adila, conforme a Civil, será investigada na Delegacia de Acidente de Trânsito. (Reda Amazonica)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RADIO VIOLA VIVA CAIPIRA