Guanambi-Ba: Gerente e matador do tráfico é assassinado a tiros no bairro Monte Pascoal, - SITE ESPINHA DE PEIXE

Breaking

ENTRE NO GRUPO DE NOTÍCIAS!

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS BASTA CLICAR NO LINK!

domingo, 1 de novembro de 2020

Guanambi-Ba: Gerente e matador do tráfico é assassinado a tiros no bairro Monte Pascoal,




Um homem de 35 anos foi assassinado na noite de sábado (31) em Guanambi, no Sudoeste da Bahia. Antônio Marcos Pinheiro Lima, conhecido como “Mamá”, foi morto por volta das 22h30, no bairro Monte Pascoal.

Mamá estava na Rua Otacílio Fernando, no momento em que foi surpreendido por dois homens em um carro preto, no entanto, um deles realizou os disparos.

Mamá ainda foi encaminhado ao Hospital geral de Guanambi (HGG), pelos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas morreu após dar entrada na emergência.

De acordo com informação da Polícia Militar (PM), Mamá era gerente do tráfico no Monte Pascoal, além disso, ele era desafeto de Robério Cardoso Barbosa, conhecido como “Capetinha”, este morto em confronto com policiais no dia 31 de janeiro deste ano.

O corpo de Mamá foi encaminhado ao IML – Instituto Médico Legal de Guanambi, onde passou por necropsia. A autoria e motivação ainda são desconhecidas, porém um inquérito já foi instaurado pela Polícia Civil.

Com morte de Mamá eleva para seis o número de homicídios este ano no município de Guanambi.

O primeiro teve como vítima Renan de Jesus Paulino, conhecido como “Galego”, de 19 anos, que foi morto na quadra poliesportiva do bairro Monte Azul, no dia 6 de janeiro.

O segundo homicídio vitimou Josenildo de Matos Cardoso, conhecido como “Zé Pequeno”, de 31 anos. Ele foi assassinado a tiros no bairro Gurungas, na tarde do dia 25 de abril.

O terceiro teve como vítima Genilson Souza da Silva, de 27 anos. Ele foi atingido a tiros no dia 24 de junho no bairro Beija-Flor II. Genilson não resistiu e morreu no dia 27 no Hospital Geral de Guanambi (HGG).

O quarto foi o adolescente Alisson Ramon de Oliveira, de 16 anos, no dia 21 de agosto, enquanto o quinto foi Francisca Maria Rodrigues, de 41 anos, morta pelo companheiro no dia 4 de setembro. (Fonte: Folha do Vale)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RADIO VIOLA VIVA