Fazendeiro mata eletricista a tiros apos cortar luz por falta de pagamento - ESPINHA DE PEIXE

Breaking

ENTRE NO GRUPO DE NOTÍCIAS!

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS BASTA CLICAR NO LINK!

quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Fazendeiro mata eletricista a tiros apos cortar luz por falta de pagamento

O corte legal de energia determinado pela companhia por causa da falta de pagamento.

Um eletricista identificado como José Reginaldo de Santana Júnior, de 31 anos, da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), foi morto a tiros na tarde dessa terça-feira (29/09) ao tentar cortar a energia elétrica em uma fazenda em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco.

O corte legal de energia determinado pela companhia por causa da falta de pagamento. Havia dois eletricistas no momento do crime.

Segundo a Polícia Militar, após o corte de energia o proprietário da fazenda, que já tinha fechado a porteira com um cadeado, “demonstrou grande insatisfação e efetuou um disparo de arma de fogo contra um dos funcionários”, que morreu no local.

O homem ainda obrigou o segundo funcionário, de 39 anos, a religar a energia, “ameaçando-o com a arma de fogo apontada em sua direção”. Depois da religação, ele ainda ameaçou o segundo funcionário e o obrigou a entrar no porta-malas do carro da Celpe.

O crime foi registrado Delegacia de Homicídios de Limoeiro e está sendo investigado.

Equipes Táticas da Polícia Militar realizam diligências para tentar encontrar o homem responsável pelo homicídio.

Celpe

Por meio de nota, a Celpe informou que “recebeu com consternação a notícia do assassinato do colaborador”, que “lamenta o ato brutal praticado contra o eletricista e informa que está prestando o apoio necessário à família da vítima” e que “condena, veementemente, qualquer conduta violenta, sobretudo que atente contra a vida”.

O departamento jurídico da companhia está acompanhando a instauração do procedimento investigativo “e demanda das autoridades públicas o pleno cumprimento da lei”.

FONTE: Portal Alto Piquiri

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RADIO VIOLA VIVA