Major Flailton Oliveira, afastou os policiais militares envolvido (24a CIPM - Jacobina)s na ação de Miguel Calmon:Ba - ESPINHA DE PEIXE

Breaking

ENTRE NO GRUPO DE NOTÍCIAS!

PARTICIPE DO GRUPO DE NOTÍCIAS BASTA CLICAR NO LINK!
INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL DO YOUTUBE

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Major Flailton Oliveira, afastou os policiais militares envolvido (24a CIPM - Jacobina)s na ação de Miguel Calmon:Ba


0 comandante da 24a Companhia Independente da Polícia Militar (24a CIPM - Jacobina), Major Flailton Oliveira, afastou os policiais militares envolvidos na ação de combate à poluição sonora na cidade de Miguel Calmon, distante 36 quilômetros de Jacobina. Um vídeo gravado por uma moradora, que mostra o momento em que um PM danifica o aparelho de som dentro da residência, viralizou na internet.
Nas imagens é possível ouvir ainda uma criança chorando, enquanto a mulher faz a filmagem. Ela seria esposa do homem que aparece no vídeo, e que estaria fazendo uso excessivo do volume do aparelho. 0 Jacobina Notícias apurou que a ação ocorreu após várias denúncias de perturbação do sossego público no bairro Braço Mindinho, em Miguel Calmon. Os policiais teriam ido até o local e pediram que os moradores reduzissem o volume. Após serem atendidos, os PMs deixaram o local, porém novas denúncias surgiram e eles tiveram que retornar.
Na segunda abordagem, conforme disse um cidadão ao JN, os policias teriam sido desrespeitados por um dos moradores que insistia em manter o som com volume alto, foi quando a ação teve início. Um dos policiais acabou perdendo o controle e danificou o som da residência, enquanto a mulher fazia a gravação. A data em que a ação aconteceu não foi informada.

Fake news

0 vídeo foi usado para produzir uma fake news e acabou sendo disseminada na internet. A notícia falsa associou a ação policial com o prefeito de Miguel Calmon, José Ricardo Leal Requião (PT), conhecido por Caca. Um youtuber bolsonarista chegou a fazer um vídeo acusando o prefeito de ter dado ordens aos policiais militares para dar "um corretivo" nas pessoas que descumpriam a quarentena, e chamou o caso de "ditadura". A informação foi desmentida pela prefeitura, em nota divulgada na noite deste domingo (leia aqui).

0 Comando da 24a CIPM, sediado em Jacobina, informou que os policiais envolvidos na ação foram afastados das atividades operacionais. Eles serão ouvidos nesta segunda-feira (11), quando se iniciam as apurações relacionadas ao ocorrido. Confira abaixo a nota do comandante da 24a CIPM.
Nota da 24a CIPM
POLÍCIA MILITAR DA BAHIA
COMANDO DE POLICIAMENTO REGIONAL NORTE
24a CIPM
NOTA PARA IMPRENSA

Prezados (as)

Ao tomar conhecimento do vídeo, o comando da 24a CIPM, responsável pelo policiamento do município de Miguel Calmon, identificou e imediatamente afastou os policiais militares das atividades operacionais. Nesta segunda-feira (11) eles serão ouvidos na sede da unidade para que seja iniciado o processo apuratório.
Atenciosamente,
FLAÍLTON FRANKLES ROSA DE OLIVEIRA - MAJ PM COMANDANTE

Fonte: Jacobina Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

RADIO VIOLA VIVA